Voltar à página inicial
A UNICEFDIREITOS DA CRIANÇAEMERGÊNCIASPARCERIASCENTRO DE IMPRENSALOJA ON-LINEAJUDAR A UNICEF
PUBLICAÇÕES
Acerca das Publicações UNICEF

As publicações da UNICEF desempenham um papel fundamental para a realização do mandato da organização: a defesa dos direitos e do bem-estar de todas as crianças do mundo.

São documentos essenciais para: sensibilizar os governos, os meios de comunicação social, o público e a sociedade civil; partilhar conhecimentos acerca da situação das crianças e dos meios mais eficazes de garantir o pleno gozo dos seus direitos; mobilizar recursos materiais.

Todos os anos, a UNICEF publica «A Situação Mundial da Infância», que representa o levantamento mais exaustivo sobre o bem-estar das crianças. Este importante relatório combina uma análise profunda com perfis nacionais abrangentes, mapas e dados estatísticos relativos a 193 países.



Outcast and Desperate: Rohingya refugee children face a perilous future
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 32
Data da Publicação: Outubro 2017
Línguas: Inglês
Download – (11,1 mb)

Mais de meio milhão de refugiados Rohingya atravessaram a fronteira para o distrito de Cox’s Bazar, no sul do Bangladesh, desde o final de Agosto, depois de terem escapado da violência terrível vivida no país vizinho, o Myanmar. Estes vieram juntar-se a cerca de 200.000 outros refugiados que já haviam chegado em afluxos anteriores. Quase 60 por cento das últimas chegadas são crianças, contabilizando-se entre 1.200 e 1.800 crianças por dia.



Levels and Trends in Child Mortality
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 40
Data da Publicação: Outubro 2017
Línguas: Inglês
Download – (4,1 mb)

Todos os dias em 2016, 15.000 crianças morreram antes do seu quinto aniversário, das quais 46% – isto é, 7.000 bebés – morreram nos primeiros 28 dias de vida, segundo um novo relatório o Grupo Interinstitucional sobre a Estimativa da Mortalidade em Crianças (Inter-agency Group for Child Mortality Estimation [UG-IME]). Levels and Trends in Child Mortality (Níveis e tendências na mortalidade infantil) revela que apesar do número de crianças que morrem antes de completar os cinco anos nunca ter sido tão baixo – 5,6 milhões em 2016, comparando com 9.9 milhões em 2000 – a proporção de mortes nos primeiros 28 dias de vida aumentou de 41% para 46% no mesmo espaço de tempo.



Early Moments Matter for Every Child
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 47
Data da Publicação: Setembro 2017
Línguas: Inglês
Download – (4,1 mb)

Segundo o relatório Early Moments Matter for Every Child (Os primeiros momentos contam para todas as crianças) apenas 15 países no mundo põem em prática três políticas nacionais básicas que ajudam a assegurar o tempo e os recursos de que os pais precisam para apoiar o desenvolvimento cerebral saudável dos seus filhos. Um cenário mais sombrio é o que se verifica em 32 países – nos quais vive uma em cada oito crianças do mundo menores de cinco anos – que não adoptam nenhuma dessas políticas. Portugal é um dos países a nível mundial em que as três políticas destacadas são colocadas em prática.



Harrowing Journeys - Children and youth on the move across the Mediterranean Sea, at risk of trafficking and exploitation
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 64
Data da Publicação: Setembro 2017
Línguas: Inglês
Download – (6,2 mb)

Harrowing Journeys – Children and youth on the move across the Mediterranean Sea, at risk of trafficking and exploitation (Jornadas Angustiantes – Crianças e jovens em movimento no Mar Mediterrâneo em risco de tráfico e exploração) revela que, embora todos os migrantes e refugiados estejam em elevado risco, as crianças e os jovens em movimento têm muito mais probabilidades de serem vítimas de exploração e tráfico do que os adultos com idade igual ou superior a 25 anos: quase o dobro de probabilidade na rota do Mediterrâneo Oriental e 13 por cento mais na do Mediterrâneo Central.



Crianças em movimento em Itália e Grécia
Autor: REACH (relatório encomendado pela UNICEF)
Nº de Páginas: 70
Data da Publicação: Julho 2017
Línguas: Inglês
Download – (11,2 mb)

Segundo o presente relatório, a maioria das crianças em movimento com destino à Europa vindas do continente africano decidem abandonar as suas casas sozinhas e sem o conhecimentos dos pais devido a problemas e privações de várias ordens. Grande parte destas crianças não tencionam inicialmente chegar à Europa, mas traumas e abusos constantes que testemunharam ou sofreram na Líbia obrigaram-nos a rumar a este continente através da rota marítima do Mediterrâneo Central. As suas viagens são muitas vezes feitas por etapas e o destino final pode sofrer alterações ao longo da jornada.



Progressos em matéria de água potável, saneamento e higiene: actualização de 2017 e relativamente aos ODS
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 114
Data da Publicação: Julho 2017
Línguas: Inglês
Download – (6,9 mb)

Cerca de 2.1 mil milhões de pessoas no mundo, ou seja 30% da população mundial, não têm acesso a serviços de abastecimento de água, facilmente acessível em casa, e 4.4 mil milhões, ou seja 60%, não dispõem de saneamento gerido com segurança em condições, de acordo com segundo um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da UNICEF. O relatório do Programa Conjunto de Monitorização OMS/UNICEF: Progress on Drinking Water, Sanitation and Hygiene: 2017 Update and Sustainable Development Goal Baselines (Progressos em matéria de água potável, saneamento e higiene: actualização de 2017 e relativamente aos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável [ODS]) apresenta a primeira avaliação mundial sobre serviços de água potável e saneamento "geridos de forma segura". A principal conclusão é que um número imenso de pessoas continua sem acesso a estes serviços, especialmente em zonas rurais.



In Search of Opportunities - Voices of children on the move in West and Central Africa
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 22
Data da Publicação: Julho 2017
Línguas: Inglês
Download – (6,9 mb)

As crianças representam mais de metade dos 12 milhões das pessoas em movimento anualmente provenientes da África Ocidental e Central. Segundo a análise feita na presente publicação, a migração de crianças e jovens terá tendência para aumentar devido ao rápido crescimento da população e à urbanização, às alterações climáticas, às desigualdades no desenvolvimento económico e aos conflitos persistentes.



Relatório Anual 2016
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 84
Data da Publicação: Junho 2017
Línguas: Inglês
Download – (6,9 mb)

As crianças do mundo enfrentaram desafios tremendos – alguns sem precedentes – em 2016, especialmente as mais pobres e vulneráveis que são as que estão em maior risco em situações de crise e insegurança. A UNICEF e parceiros continuaram a trabalhar para alcançar resultados em todas as áreas identificadas no programa do seu plano estratégico 2014-2017.



Narrowing the Gaps: The power of investing in the poorest children
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 32
Data da Publicação: Junho 2017
Línguas: Inglês
Download – (1,1 mb)

O novo relatório da UNICEF Narrowing the Gaps: The power of investing in the poorest children. Segundo os resultados desta publicação, os investimentos em benefício das crianças e comunidades mais pobres permitem uma melhor relação custo-benefício, salvando quase o dobro das vidas por cada dólar despendido quando comparado com investimentos equivalentes em grupos menos desfavorecidos. Verificou-se também que a melhoria da cobertura de intervenções vitais em grupos pobres ajudou a diminuir a mortalidade infantil quase três vezes mais rapidamente do que as intervenções dirigidas à restante população. Estas conclusões surgem num momento em que os governos continuam a trabalhar para atingir os ODS, sendo uma das metas acabar com as mortes evitáveis de recém-nascidos e crianças menores de cinco anos até 2030.



Nowhere to go – Iraqui children trapped in cycles of violence (Relatório 3 anos de conflito no Iraque) Goals in Rich Countries
Autor: UNICEF
Nº de Páginas: 12
Data da Publicação: Junho 2017
Línguas: Inglês
Download – (1,1 mb)

Três anos depois do agravamento da violência no Iraque, as crianças estão presas num ciclo interminável de violência e pobreza crescente, de acordo com o presente relatório da UNICEF, “Nowhere To Go” (“Sem ter para onde ir”). Durante quase quatro décadas, o Iraque enfrentou violência, guerra, sanções e instabilidade. Mas só nos últimos três anos, o conflito deslocou 3 milhões de pessoas – metade das quais são crianças. Muitas partes do país foram transformadas em zonas de guerra e as infra-estruturas civis ficaram gravemente danificadas ou destruídas. Metade das escolas no Iraque precisam neste momento de reparações.




   1234567891011  
 
Voltar ao topo
 
   Sábado, 21 de Outubro de 2017 Home | Publicações | Galeria de Videos | Política de Privacidade | Contactos | Mapa do Site