Voltar à página inicial
A UNICEFDIREITOS DA CRIANÇAEMERGÊNCIASPARCERIASCENTRO DE IMPRENSALOJA ON-LINEAJUDAR A UNICEF
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
O tempo está a esgotar-se para as crianças, numa altura em que a fome, a seca e a guerra ameaçam milhões de pessoas – A UNICEF diz que as crianças não podem esperar, fazendo um pedido urgente de quase 255 milhões de dólares para responder às necessidades mais urgentes no nordeste da Nigéria, na Somália, no Sudão do Sul e no Iémen. Mais de um mês depois de a fome ter sido declarada no Sudão do Sul, o tempo está a esgotar-se para mais de um milhão de crianças, enquanto a seca e os conflitos armados destroem vidas no nordeste de Nigéria, na Somália, no Sudão do sul e no Iémen.

Iémen - Famílias recorrem a medidas extremas para sobreviver após dois anos de guerra – Após dois anos de conflito brutal, as famílias no Iémen estão a recorrer cada vez mais a medidas extremas para manter os seus filhos, quando a guerra no país mais pobre do Médio Oriente entra no seu terceiro ano. Os meios de que dispunham foram praticamente esgotados pela violência, que transformou o Iémen numa das maiores emergências de insegurança alimentar e má nutrição do mundo. As famílias estão a comer muito menos, a optar por alimentos menos nutritivos e a fazer menos refeições.

Declaração do Director Executivo da UNICEF, Anthony Lake, na sequência da sua visita ao Iraque – “Deixo o Iraque num momento em que o país enfrenta desafios e oportunidades muito importantes. Mas em todos os locais que visitei – Mossul Oriental, Bagdade, Faluja e Erbil – as crianças e suas famílias falaram-me dos seus sonhos e da sua determinação para os tornar realidade. (...)

Perto de 600 milhões de crianças irão viver em zonas com acesso extremamente limitado a recursos de água em 2040 – Cerca de 600 milhões de crianças, ou seja, 1 em cada 4, estarão a viver em 2040 em zonas nas quais a procura de água excede largamente os recursos disponíveis, de acordo um relatório da UNICEF lançado no Dia Mundial da Água.

Um ano depois do acordo entre a UE e a Turquia, o preço humano pago pelas crianças refugiadas e migrantes aumenta – Um ano após o encerramento das fronteiras dos Balcãs e do Acordo entre a UE e a Turquia que visavam impedir os fluxos migratórios em massa, as crianças refugiadas e migrantes enfrentam mais riscos de deportação, detenção, exploração e privação, afirma a UNICEF.

Bater no fundo: O sofrimento das crianças da Síria nunca foi tão grande – As violações graves dos direitos das crianças na Síria atingiram em 2016 o número mais elevado de que há registo afirmou a UNICEF numa análise preocupante sobre o impacto do conflito nas crianças, no momento em que a guerra chega ao fim do seu sexto ano consecutivo. Os casos confirmados de morte, mutilação e recrutamento de crianças aumentaram significativamente no ano passado, com a escalada de violência em todo o país.

Declaração sobre o impacto de uma nova lei na Hungria emitida pela Dir. Reg. da UNICEF e Coord. para a Crise de Refugiados e Migrantes na Europa – “A UNICEF está extremamente preocupada com a adopção de uma nova lei na Hungria que prevê a detenção obrigatória de crianças refugiadas e migrantes com mais de 14 anos de idade. Apelamos ao Presidente para que acima de tudo trate todas as crianças como crianças, antes de promulgar esta nova lei. (...)"

Declaração de A. Lake, Dir. Exec. da UNICEF, a propósito das novas regras dos EUA sobre refugiados – “As crianças refugiadas que fogem da violência e do terror precisam agora mais do que nunca do nosso apoio. Estas crianças estão entre as mais vulneráveis e traumatizadas do mundo. A UNICEF está empenhada em continuar a trabalhar com os Estados Unidos da América e outros governos parceiros para as ajudar. (...)"

Child Alert - Uma jornada fatal para as crianças: A rota migratória do Norte de África para a Europa – As crianças e as mulheres refugiadas e migrantes são sistematicamente vítimas de violência sexual, exploração, abuso e detenção ao longo da rota migratória a partir do Norte de África para Itália, alertou hoje a UNICEF num novo relatório.

Embaixador de Boa Vontade Orlando Bloom viaja até ao Níger para se encontrar com crianças e famílias afectadas pela violência do Boko Haram – Orlando Bloom, Embaixador de Boa-vontade da UNICEF deslocou-se esta semana a Diffa, no sudeste do Níger, a fim de chamar a atenção para a actual crise na Bacia do Lago Chade, onde a violência do Boko Haram provocou enormes deslocações de população. Centenas de milhares de crianças, que na região foram forçadas a abandonar as suas casas, estão em risco de má nutrição, doenças e sem acesso à educação.


   1234567891011121314151617181920212223242526272829303132333435363738394041424344454647484950515253545556575859606162636465666768  
 
Voltar ao topo
Últimas Notícias
Arquivo
Destaques
Histórias do terreno
Galeria de Vídeos
 
   Terça, 26 de Setembro de 2017 Home | Publicações | Galeria de Videos | Política de Privacidade | Contactos | Mapa do Site