Voltar à página inicial
A UNICEFDIREITOS DA CRIANÇAEMERGÊNCIASPARCERIASCENTRO DE IMPRENSALOJA ON-LINEAJUDAR A UNICEF
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
100.000 crianças em risco devido à escalada do conflito em Mossul ocidental – [Declaração de Peter Hawkins, Representante da UNICEF no Iraque] "Estão a chegar-nos relatos alarmantes sobre a morte de civis, incluindo várias crianças, em Mossul ocidental. Alguns foram alegadamente mortos quando tentavam desesperadamente fugir do conflito que se intensifica a cada momento. As vidas das crianças estão em sério risco. Elas estão a ser mortas, feridas e usadas como escudos humanos. As crianças estão a viver e a testemunhar uma violência terrível a que nenhum ser humano (...)".

Com o aumento dos casos suspeitos de cólera mais de 1.000 crianças procuram diariamente tratamento para a diarreia aquosa no Iémen – Nas últimas 72 horas, o número de casos suspeitos de cólera no Iémen aumentou de 10.000 para 65.300 casos. Todos os dias, mais de 1.000 crianças que sofrem de diarreia aguda aquosa têm procurado estabelecimentos de saúde. Em apenas um mês, a cólera foi responsável pela morte de pelo menos 532 pessoas, entre as quais 109 crianças. Estes números representam apenas casos verificados, mas é de prever que os números reais sejam bastante mais elevados.

Declaração do Dir. Reg. da UNICEF, Geert Cappelaere, sobre a propagação da cólera no Iémen – "No momento em que o Conselho de Segurança das Nações Unidas procede a novas consultas sobre a situação no Iémen, a UNICEF reporta um aumento sem precedentes do número de casos suspeitos de cólera em todo o país, havendo muitas crianças afectadas. (...)"

RDC: agentes de saúde comunitários destacados para a Província de Bas-Uele para conter o surto de Ébola – Com o objectivo de conter o último surto da doença causada pelo vírus do Ébola na República Democrática do Congo, 145 voluntários da Cruz Vermelha do Congo e profissionais de saúde comunitários treinados com o apoio técnico da UNICEF foram destacados para a Província de Bas-Uele para disseminar informação vital às populações locais, a maioria das quais vive em zonas remotas e de difícil acesso ao longo da fronteira com a República Centro-Africana.

Pelo menos 200 crianças perderam a vida quando tentavam chegar às costas italianas desde o início do ano – Pelo menos 200 crianças morreram durante a perigosa travessia do Mediterrâneo Central entre o Norte de África e a Itália desde o início do ano até agora – uma média de mais de uma criança por dia – segundo as mais recentes estimativas da UNICEF. Os dados actualizados referentes às mortes de crianças surgem no momento em que os líderes do G7 se reúnem na Sicília, um dos pontos nevrálgicos da crise de refugiados e migrantes na Europa.

Desde a cólera no Iémen a ataques a hospitais na Síria, os conflitos ameaçam a vida de mais de 24 milhões de crianças no MENA – A violência e os conflitos no Médio Oriente e no Norte de África são uma ameaça para a saúde de 24 milhões de crianças no Iémen, na Síria, na Faixa de Gaza, no Iraque, na Líbia e no Sudão. Os danos causados nas infra-estruturas de saúde estão a privar as crianças de cuidados essenciais. Os serviços de água e saneamento foram danificados causando a propagação de doenças transmitidas pela água, e os cuidados de saúde preventivos e os alimentos nutritivos são insuficientes (...).

Declaração do Director Executivo da UNICEF, Anthony Lake, sobre a vida do Embaixador de Boa Vontade Sir Roger Moore – “Com o desaparecimento de Sir Roger Moore, o mundo perdeu um dos seus maiores defensores das crianças – e toda a família UNICEF perdeu um grande amigo. Na maior parte dos papéis que desempenhou como actor, Sir Roger Moore era um símbolo da sofisticação descontraída; mas no seu trabalho enquanto Embaixador de Boa Vontade da UNICEF, era um apaixonado – e muito persuasivo – defensor das crianças. Uma vez disse que cabia a todos nós dar às crianças um futuro mais pacífico. (...)"

Número de crianças refugiadas e migrantes que viajam sozinhas é cinco vezes superior ao de 2010 – O número total de crianças refugiadas e migrantes que se deslocam sozinhas aumentou quase cinco vezes desde 2010, segundo um novo relatório da UNICEF divulgado hoje. Em 2015-2016, pelo menos 300.000 crianças não acompanhadas e separadas foram registadas em cerca de 80 países, número que em 2010-2011 foi de 66.000. ‘A Child is a Child: Protecting children on the move from violence, abuse and exploitation' apresenta uma visão global sobre as crianças refugiadas e migrantes, as motivações que (...)

Mais de um milhão de crianças fugiram da violência que tem vindo a aumentar no Sudão do Sul – [ACNUR & UNICEF] Mais de 1 milhão de crianças já fugiram do Sudão do Sul onde a escalada do conflito está a arrasar o país, anunciaram hoje a UNICEF e o ACNUR. As crianças perfazem 66 por cento dos mais de 1.8 milhões de refugiados do Sudão do Sul, segundo os últimos dados da ONU. A maioria destes refugiados chegaram ao Uganda, ao Quénia, à Etiópia e ao Sudão.

É necessária acção urgente para proteger as crianças na ‘crise esquecida’ na RCA – Sem o reforço do apoio, a vida e o futuro de mais de 1 milhão de crianças na República Centro-Africana estão ameaçados, afirmou hoje a UNICEF. Apesar da frágil recuperação do país a que temos vindo a assistir, a violência esporádica e a instabilidade continuam a ser um problema, estimando-se que cerca de 890.000 pessoas continuem deslocadas e mais de 2.2 milhões de pessoas – metade das quais são crianças – precisem de assistência humanitária.


   123456789101112131415161718192021222324252627282930313233343536373839404142434445464748495051525354555657585960616263646566676869  
 
Voltar ao topo
Últimas Notícias
Arquivo
Destaques
Histórias do terreno
Galeria de Vídeos
 
   Segunda, 22 de Janeiro de 2018 Home | Publicações | Galeria de Videos | Política de Privacidade | Contactos | Mapa do Site