Para todas as crianças. Saúde, Educação, Igualdade, ProtecçãoVoltar à página inicial
A UNICEFDIREITOS DA CRIANÇAEMERGÊNCIASPARCERIASCENTRO DE IMPRENSALOJA ON-LINEAJUDAR A UNICEF
CENTRO DE IMPRENSA
UNICEF e parceiros respondem ao surto de cólera na República Centro-Africana – Pelo menos 16 pessoas morreram no primeiro surto de cólera registrado desde 2011 na República Centro-Africana. A epidemia foi declarada pelas autoridades do país no passado dia 10 de Agosto. Foram registados 66 casos ao longo do rio Oubangui, entre os quais há pelo menos 7 crianças.

Dois terços dos jovens em mais de 18 países afirmam ter sido vítimas de bullying – No Dia Internacional da Juventude, uma nova sondagem destaca a prevalência do bullying e o seu impacte devastador nos jovens. Mais de nove em cada 10 jovens acreditam que o bullying é um problema generalizado nas suas comunidades, e dois terços dizem ter sofrido de bullying, como mostra uma nova sondagem levada a cabo pela UNICEF e parceiros.

Novos casos de poliomielite no nordeste da Nigéria aumentam os riscos para as crianças apanhadas no meio do conflito – As notícias de duas crianças que ficaram paralisadas devido ao vírus da poliomielite no nordeste da Nigéria vêm reforçar a urgência de erradicar esta doença nas áreas afectadas por conflitos, afirmou a UNICEF. O Governo da Nigéria e a OMS confirmaram um surto do vírus da pólio no estado do Borno, afectado pelo conflito no país, onde as crianças já estão a enfrentar riscos de má nutrição perigosamente altos. Os dois casos forma descobertos em zonas do Borno que ficaram recentemente acessíveis.

Declaração do Representante da UNICEF no Iémen, sobre as mortes de crianças devido à recente escalada de violência – “Quatro crianças foram mortas e outras três ficaram feridas no passado dia 7 de Agosto no distrito de Nihm, a leste de Saná, a capital do Iémen. A UNICEF lamenta estes actos e apela a todas as partes envolvidas para que tenham a máxima prudência e poupem as intra--estrutura civis. As crianças estão a pagar o preço mais elevado pelo conflito no Iémen. (...)"

Alepo: dois milhões de pessoas sem água corrente numa altura em que os combates se intensificam – Dois milhões de pessoas em Alepo não têm acesso a água canalizada através da rede de abastecimento pública devido à escalada de ataques e combates que danificaram os sistemas eléctricos necessários para bombear a água para a cidade. No dia 31 de Julho, foi atingida a central eléctrica que permitia o bombeamento de água para as zonas este e oeste da de Alepo.

Três quartos das crianças do Belize afectadas pelo Furação Earl – No rescaldo da passagem do Furação Earl, que devastou o Belize ontem, mais de 110.000 crianças ficaram afectadas, sendo cerca de 27.000 menores de 5 anos. A falta de acesso a água potável, o saneamento precário e o risco de deslizamentos de terras, para além de jacarés e cobras em zonas inundadas, ameaçam a segurança das crianças mais vulneráveis do país.

UNICEF MONA apela à protecção de todas as crianças em Alepo – A UNICEF está extremamente preocupada com a segurança e o bem-estar de todas as crianças apanhadas na escalada de violência na cidade de Alepo, no norte da Síria. A intensificação deste conflito coloca as crianças em circunstância horríveis e terá consequências muito negativas que se prolongarão nos tempos que virão. Os combates violentos em zonas de elevada densidade populacional na parte ocidental de Alepo obrigaram 25.000 pessoas a abandonar as suas casas. As famílias estão agora (...)."

O Embaixador de Boa Vontade da UNICEF Ewan McGregor visita crianças refugiadas e deslocadas na linha da frente no Iraque – O Embaixador de Boa Vontade da UNICEF Ewan McGregor viajou até ao norte do Iraque na semana passada para ver como os conflitos que assolam o Iraque e a Síria estão a devastar as vidas das crianças. Dezenas de milhares de crianças foram mordas, feridas ou ficaram separadas dos seus pais, foram forçadas a trabalhar, torturadas ou recrutadas para os combates. Durante a sua visita McGregor deslocou-se até ao campo de Debaga onde esteve com famílias que fugiram da violência extrema (...).

A assistência humanitária continua apesar do ataque a um comboio humanitário no nordeste da Nigéria – A UNICEF continua a prestar assistência a milhões de crianças afectadas pelo conflito no nordeste da Nigéria, apesar do ataque de ontem a um comboio humanitário. Na sequência do ataque, no qual um funcionário da UNICEF ficou ferido, as deslocações do pessoal das Nações Unidas para zonas de risco elevado foram suspensas temporariamente.

Declaração da UNICEF sobre o ataque a um comboio humanitário no nordeste da Nigéria – Hoje assaltantes desconhecidos atacaram um comboio humanitário no qual se encontravam colaboradores da UNICEF, do FNUAP e da OIM. O comboio viajava entre Bama e Maiduguri, no estado do Borno, na Nigéria, quando regressava de uma entrega de ajuda humanitária vital. A UNICEF pode confirmar que um funcionário da UNICEF outro da OIM ficaram feridos no ataque e que estão a ser tratados num hospital local. Os restantes elementos da UNICEF, do FNUAP e da OIM não sofreram danos.


   1234567891011121314151617181920212223242526272829303132333435363738394041424344454647484950  
 
Voltar ao topo
Últimas Notícias
Arquivo
Destaques
Histórias do terreno
Galeria de Vídeos
 
   Saturday, 27 de August de 2016 Home | Publicações | Galeria de Videos | Política de Privacidade | Contactos | Mapa do Site