Para todas as crianças. Saúde, Educação, Igualdade, ProtecçãoVoltar à página inicial
A UNICEFDIREITOS DA CRIANÇAEMERGÊNCIASPARCERIASCENTRO DE IMPRENSALOJA ON-LINEAJUDAR A UNICEF
CENTRO DE IMPRENSA
Fórum Mundial da Educação adopta Declaração sobre o Futuro da Educação – Uma visão transformadora da Educação para os próximos 15 anos foi adoptada no Fórum Mundial da Educação, que terminou hoje em Incheon, na República da Coreia. A Declaração de Incheon foi bem acolhida pela comunidade global da educação, incluindo os ministros de governos de mais de cem países, organizações não-governamentais e grupos de jovens. No documento, os países são encorajados a proporcionar a todos oportunidades de aprendizagem inclusivas, equitativas e de qualidade ao longo da vida...

Surto de cólera leva a UNICEF a desencadear uma operação humanitária transfronteiriça – – A UNICEF fez chegar prontamente bens de primeira necessidade à fronteira Noroeste da Tanzânia com o Burundi, em resposta a um surto de cólera devastador entre os 50.000 refugiados burundianos que se encontram reunidos junto ao Lago Tanganica. Neste carregamento, a UNICEF incluiu produtos para o tratamento da cólera, bem como artigos indispensáveis para os sectores da água, saneamento, saúde e nutrição, que foram enviados do Burundi e da Tanzânia para a zona afectada.

Fórum Mundial da Educação vai traçar a rota para a educação global até 2030 – A agenda para a educação global nos próximos 15 anos vai ser discutida no Fórum Mundial da Educação (World Education Forum 2015 - WEF 2015), que começou hoje em Incheon, na República da Coreia. A conferência vai traçar a rota global para a Educação até 2030.

Crianças mortas, raptadas e violadas no Sudão do Sul – Dezenas de crianças foram mortas, pelo menos 12 foram violadas e outras foram raptadas e recrutadas numa série de ataques no Estado de Unity, no Sudão do Sul, no espaço de duas semanas, segundo testemunhos recebidos pela UNICEF. Segundo dezenas de relatos de pessoas que fugiram de aldeias em chamas, algumas crianças foram vítimas e outras autoras dos recentes actos de violência no Estado de Unity.

Nepal: 12 bebés nascem por hora sem cuidados de saúde básicos nas zonas mais duramente atingidas – Nas zonas mais duramente atingidas pelos sismos no Nepal, estão nascer por hora 12 bebés sem acesso a cuidados de saúde básicos, diz a UNICEF. Pelo menos 70 por cento dos centros de maternidade nos 14 distritos mais afectados do país sofreram danos ou ficaram destruídos, chegando aos 90 por cento em algumas zonas. As instalações de saúde que resistiram estão extremamente sobrecarregadas e muitas mulheres grávidas ficaram sem acesso à assistência que precisam para garantir o parto em segurança.

É urgente colocar os direitos das crianças na agenda da União Europeia – Em vésperas da adopção da Agenda da UE sobre Migrações, a UNICEF apela para que os direitos das crianças ocupem um lugar central nas políticas de imigração europeias e para que a UE oriente as suas decisões pelos valores que tanto preserva.

A educação para cerca de 1 milhão de crianças do Nepal está comprometida, segundo a UNICEF – Pelo menos 950.000 crianças no Nepal não poderão regressar à escola se não forem tomadas medidas urgentes para providenciar espaços de aprendizagem temporários e reparar as escolas destruídas pelo sismo do dia 25 de Abril. Perto de 24.000 salas de aulas ficaram destruídas ou danificadas devido ao terramoto que abalou o país há 12 dias, danos que em algumas delas foram agravadas pelas réplicas que se sucederam.

Arranca hoje a Cimeira da Juventude do J7 para debater assuntos-chave do G7 – Jovens de 19 países debatem em Berlim os mesmos assuntos que os Chefes de Estado e de Governo na Cimeira da Juventude J7

Pôr os direitos da criança em primeiro lugar no Sudão do Sul – A UNICEF saúda hoje a ratificação da Convenção sobre os Direitos da Criança por parte do Sudão do Sul, que se torna assim o 195º Estado a adoptar o tratado que constitui um marco para os direitos da criança, e insta o Governo a fazer dos direitos da criança a pedra angular da nação mais jovem do mundo.

Grupos armados na República Centro-Africana concordam em libertar milhares de crianças das suas fileiras – Líderes de grupos armados na República Centro-Africana concordaram em libertar todas as crianças nas suas fileiras e cessar imediatamente qualquer novo recrutamento de crianças. A UNICEF estima que 6.000 a 10.000 crianças estejam actualmente envolvidas nas facções armadas do país. Este número inclui as crianças que estão a servir como combatentes e as que são utilizadas para fins sexuais, assim como as que trabalham como cozinheiras, estafetas e outras funções.


   123456789101112131415161718192021222324252627282930  
 
Voltar ao topo
Últimas Notícias
Arquivo
Destaques
Histórias do terreno
Galeria de Vídeos
 
   Sunday, 24 de May de 2015 Home | Publicações | Galeria de Videos | Política de Privacidade | Contactos | Mapa do Site